Falta de bermas e passeios na Rua Conde de Ariães é um perigo para os peões

  O tráfego na Rua Conde de Ariães, que liga o Campo Redondo à Zona Industrial, em Bragança, em determinadas horas é muito, provavelmente, mais do que se estaria à espera quando foi construída. Por hora chegam a circular por ali 250 veículos, entre carros e camiões.  A rua não tem bermas nem passeios e quem mora nas imediações não se sente seguro quando está no lugar de peão. Os moradores queixam-se de que, em algumas zonas, basta pôr um pé na rua para estarem dentro da faixa de rodagem.