A festa das visitas pastorais

O Reverendíssimo Senhor Bispo Dom José Cordeiro, actual Bispo da Diocese de Bragança-Miranda prometeu e vem cumprindo a visita pastoral a cada uma das 334 paróquias da sua Diocese, organizadas em unidades pastorais. Entre os passados dias 5 e 11, coube a vez às gentes da Unidade Pastoral 10B de Macedo de Cavaleiros e, no dia 10, à Freguesia de Olmos, agregando as localidades de Olmos e Malta.
As gentes da freguesia engalanaram-na para receber o Senhor Bispo que, mal chegou a Olmos, fez questão de cumprimentar, uma a uma, todas as pessoas presentes e transmitir a todos a sua alegria e jovialidade, seguindo, por entre palmeiras e flores, em procissão, até à Igreja, onde foi celebrada missa.
Na homilia, o Senhor Bispo falou das virtudes do padroeiro da Freguesia, Santo Antão, nome simplificado de Santo Antonão, por sua vez construído a partir do primeiro nome de Santo António, o Grande, ou Santo António do Deserto, no Egipto, um dos primeiros santos da Igreja Católica, a seguir aos apóstolos de Cristo. Explicou ainda que o nome de Santo Antão era útil para distinguir este santo de Santo António de Lisboa.
Dirigindo-se às gentes da freguesia, o Senhor Bispo referiu como exemplos das virtudes de Santo Antão a aliança entre a paz e o bem, a vontade de ser feliz em conjunto com os outros, valorizando os aspectos positivos do são convívio, respeito e colaboração mútuos.
A mensagem lançou a ponte para a reunião de pessoas divididas pela política, a maior parte das quais fez um esforço para superar divergências e conviver sadiamente, na Igreja e no almoço que a Junta de Freguesia, a Comissão Fabriqueira e alguns voluntários prepararam. O exemplo de todas essas pessoas lançou sementes de superação das conflitualidades inúteis que podem corroer uma pequena comunidade.
À tarde, ocorreu a visita à localidade de Malta, ainda mais envelhecida que a de Olmos mas unida em torno de uma história e uma igreja seculares, dos primeiros tempos dos Templários e da Ordem de Malta. É um património artístico maravilhoso, sob os auspícios do Divino Senhor de Malta e, ao longe, do Santuário Mariano da Imaculada Conceição, em Balsamão, no fim do vale fronteiro a Chacim. O Santuário de Balsamão parece ser uma pequena réplica do Mont Saint-Michel, situado na província da Mancha, no norte de França porquanto também ele se ergue da base de um monte até ao seu vértice numa subida serpenteada que permite encontrar o santuário 120 metros acima do vale.
Neste santuário, terminou, no dia 11, à tarde, com a Missa, a visita do Senhor Bispo à unidade pastoral de Castro Vicente, Gebelim, Lombo, Olmos, Peredo e Saldonha. Os jovens e populações compareceram, vindo alguns de longe. A mensagem do Senhor Bispo foi a de que ser Cristão, diferente e mais profundo que ser religioso, é dar testemunho de honestidade, idoneidade e rectidão, na valorização do que nos pode unir e no perdão, compreensão e superação do que nos separa.