Lista de Natal da DECO

A DECO preparou uma lista de conselhos úteis para as suas compras de Natal para o ajudar a ultrapassar as dificuldades e reinventar um consumo mais sustentável e solidário.

1 Procure boas oportunidades de compra: Aproveite as promoções e verifique se o preço compensa; escolha os outlet para conseguir preços mais baixos; faça compras on-line; experimente as lojas de artigos usados, procurando oportunidades e prolongando o ciclo de vida dos produtos.

Aproveite as vendas especiais de Natal e seja solidário com quem precisa. Normalmente, podem conseguir-se lembranças simbólicas que expressem o nosso afeto a quem oferecemos e ajudar também quem precisa. 

2 Faça escolhas úteis: adeque os presentes aos seus destinatários e, porque não, oferecer cartões de compras de bens essenciais, vestuário, pequenos eletrodomésticos que oferecem uma maior liberdade de escolha a quem recebe…

3 Gaste menos e ofereça mais: Estabeleça o sistema de “amigo secreto” no seio da família ou ofereça um presente para toda a família e que todos possam partilhar (um filme “familiar”, um jogo coletivo para os mais novos)

4 Seja criativo: adote um animal abandonado! Se houver condições e vontade, porque não recolher um novo elemento para a família? 

5 Ofereça um “voucher” com o seu tempo: Os jovens podem oferecer um pacote de explicações ou de aulas de música para os mais novos ou oferecer o seu apoio à família para tomar contas das crianças. 

6 Faça você mesmo: tem um valor incalculável independentemente do engenho de cada um: faça compotas, biscoitos, bordados, crochets, enfeites de Natal e outras habilidades. Crie um cartão personalizado e faça um embrulho original aproveitando materiais de casa.

Seja solidário: há inúmeras instituições de solidariedade social que precisam do apoio de todos. Faça um donativo no seu IRS, seja voluntariado e ofereça atenção e carinho a quem precisa e recolha os brinquedos e roupas que não já não se usam em casa para outros que precisam.

E passe um Natal Feliz, são os votos da DECO!

Visite: http://www.deco.proteste.pt/familia-vida-privada/nc/noticia/brinquedos-v...