Entrevista

Presidente da APPITAD defende criação de plano para defender olival tradicional

Publicado por Fernnado Pires em Qui, 2018-11-15 11:19

O presidente da Associação de Produtores em Proteção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro teme que muitos olivicultores possam vir a abandonar o olival tradicional porque o nosso país não tem uma estratégia para a sua defesa e valorização.
Francisco Pavão lembra que oitenta por cento dos azeites premiados no último Concurso Nacional Azeite de Portugal nasceram em olivais tradicionais.
O dirigente e produtor de azeite entende que só isto já deveria fazer pensar empresários agrícolas, políticos, donos de restaurantes e consumidores e defende que o país necessita, com urgência, de uma estratégia para a valorização do olival tradicional por forma a definir e elencar medidas de apoio à proteção e promoção destas produções.