Ponte do Parâmio

A promessa já vem de longe, e a necessidade de mais longe ainda. Depois de arranjada a estrada (e bem) entre Bragança e Dine, falta alargar as três pontes mais estreitas. A do Roque, junto ao S. Jorge, a de Carragosa e esta, no Parâmio, que é a que mais sofre com as reduzidas dimensões. Sobretudos os autocarros sentem grandes dificuldades, mas também camiões, especialmente na época da castanha. É que é preciso ter forma de escoar o petróleo transmontano. Olhem lá para isto, senhores...

Edição
3565