Bragança

Resíduos do Nordeste a gerir a água na região não é consensual

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2016-06-30 09:29

A proposta de alteração estatutária de ações da empresa Resíduos do Nordeste (RN) foi o tema que mais debate originou na última sessão da Assembleia Municipal de Bragança, realizada na passada sexta-feira, e que mereceu os votos contra ou de abstenção dos partidos da oposição.
Em causa está um memorando de entendimento aprovado no âmbito da Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes (CIM) no sentido de ser criada uma empresa para fazer a gestão da água dos nove municípios, uma vez que a Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro, que geria os sistemas, está numa situação de indefinição relativamente ao seu futuro. "Pode ser aproveitada a RN, que já existe e que já tem conhecimento e recursos humanos. Se esta vier a ser a solução adoptada pelos municípios, a RN pode gerir a água em baixa e em alta", referiu Hernâni Dias, presidente da câmara de Bragança, eleito pelo PSD.