Que o céu não caia na cabeça

O prédio em frente à igreja de N. Sra. das Graças, em Bragança, até nem é tão antigo quanto isso, mas já está a cair aos pedaços. Dois deles, de granito, soltaram-se recentemente da fachada e só por sorte não acertaram em nenhum transeunte. O último ‘despencou’ na semana passada e se ninguém fizer nada, outros se seguirão. O Zé adverte que, neste caso, mais vale andar de nariz no ar, não vá o céu cair na cabeça de ninguém. 

 

Edição
3582