Mirandela

Kartódromo de Mirandela sem eletricidade dois anos depois de inaugurado

Publicado por Fernando Pires em Qua, 2016-08-10 16:01

O proprietário do Kartódromo Regional de Mirandela está revoltado com os constantes obstáculos impostos por várias entidades para poder desenvolver a sua atividade. 
A indignação do ex-emigrante fica a dever-se ao facto daquela infraestrutura ainda não ter eletricidade, desde que foi inaugurada, em Outubro de 2014, e dessa forma não poder rentabilizar o investimento de cerca de 200 mil euros, 

Luís Esteves explica que a primeira tentativa, para resolver o problema da falta de energia, correu mal. "Entreguei a obra a um empreiteiro e só vários meses depois é que me foi dito que não estava certificada para fazer essa empreitada"
Perante este problema, o ex-emigrante na Suiça, foi obrigado a recorrer aos serviços da EDP, que também ainda não resolveu o assunto. "Já paguei uma tranche, em Abril, e pedi que me fizessem o serviço antes do mês de Agosto, por que vêm muitos emigrantes, mas até agora nada. Parece que aquela vala tem ouro", ironiza.
Luís esteves não contém a sua revolta porque, passados quase dois anos após a inauguração do Kartódromo, nas imediações do aeródromo de Mirandela, ainda não tem eletricidade no local, socorrendo-se de um gerador, o que condiciona de forma drástica a rentabilidade do investimento efetuado.