Editorial

António Gonçalves Rodrigues // Qui, 2016-12-22 16:41

Papa, 2017 e Maria

Texto

Marias há muitas mas, afinal, há só uma. E o ano Mariano que agora se vive na Igreja fica especialmente marcado pela anunciada visita do Papa Francisco em maio de 2017.
Chegados a esta altura, o tempo é de balanços. Mas devemos levantar um pouco a cabeça e olhar já para a frente, começando a projetar o novo ano que se avizinha. O de 2017 será especialmente desafiante para o país. Não só a Igreja portuguesa tem uma prova a sério, com esta possibilidade de afirmação no contexto internacional dada pela visita do Papa como para a vida quotidiana do país há muito em jogo, até por ser ano de eleições autárquicas.
A presença de uma figura como  a de Francisco em Portugal tem tudo para fomentar ainda mais a evangelização e a partilha da Palavra. Afinal, foi a Fátima que o Papa Francisco escolheu vir, apesar de todas as outras possibilidades e solicitações.
Inspirados por Maria e pela sua coragem, não digamos que não quando formos chamados ao serviço. Inspiremo-nos na sua confiança e encaremos o novo ano com a vontade de fazer mais e melhor.
Feliz Natal e bom ano a todos.