Bragança

“O chão do meu olhar” mostra as bodegas pela lente de Carlos Tiza

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2018-05-17 10:26

Está patente na Copyart-papelaria e material de artes, na Avenida Sá Carneiro, em Bragança, a exposição de fotografias intitulada “O chão do meu olhar”, da autoria do fotógrafo brigantino Carlos Tiza. Trata-se de um conjunto de imagens de Bodegas, adegas subterrâneas, de localidades espanholas, nomeadamente Benavente, Villafácia, Revellinos, San Esteban e Otero de Semiegos. “A primeira vez que descobri as bodegas não tinha ideia do que eram, não tinha visto nada assim, pensei que fossem palheiros ou pombais. Algumas estão recuperadas e não seguem muito a traça original, modernizaram-se e não têm aspecto rústico e rude que o barro dá às antigas. Podem ser mais funcionais mas com certeza menos valorizadas arquitetonicamente”, explicou o fotógrafo ao Mensageiro. 
Como para Carlos Tiza as bodegas eram uma novidade, acabaram por lhe prender o olhar. “Muito interessantes esteticamente, parti para o registo fotográfico. No início sem grandes expectativas sobre o que fazer com as imagens”, contou.
A exposição está em exibição até 12 de junho.