A opinião de ...

Quo Vadis PSD? (4)

Naturalmente que o Distrito de Bragança não podia ficar à margem da disputa pela liderança do PSD. E mais uma vez ficou evidente que o PSD do concelho de Bragança está de um lado e o PSD do distrito está de outro lado. Esta maleita começou a afectar o PSD do concelho quando o engº Jorge Nunes ganhou a C.M. de Bragança em 1997. Desde então para cá ,em todas as escolhas de liderança, o PSD  de Bragança ganha contra o PSD do distrito e contra o PSD nacional. 11 concelhias do distrito, sistemáticamente, acertam na escolha ,  a de Bragança apoia sempre o candidato derrotado. É obra! Também desta vez não podia ser de outra maneira. Quando vi o Dr. João Henriques, da concelhia de Mogadouro, como Director de Campanha e o engº Jorge Nunes como Mandatário da candidatura do Dr. Pedro Santana Lopes vi logo que o Dr. Rui Rio ía ser o novo líder do PSD. Seria, até, incompreensível que o Dr. Santana Lopes ganhasse as eleições no distrito de Bragança. Tanto mais que os militantes ainda não esqueceram que, nas legislativas de 2005, Santana Lopes impôs Duarte Lima como cabeça de lista por Bragança contra a vontade do partido do distrito aue havia escolhido o Dr. Adão Silva. Lembram-se ? Pois é. Diz o nosso povo ( e com razão) cá se fazem ... e cá se pagam. A concelhia de Bragança enganou-se outra vez! Mais uma vez o engº Jorge Nunes e “ sus muchachos “ apostaram no “ cavalo” errado embora, agora, acolitado pelo Dr. João Henriques. Pessoalmente, acho que Jorge Nunes nunca foi capaz de compreender o PSD por causa da sua obsessão contra Telmo Moreno e Adão Silva. E, sendo assim, o PSD de Bragança assiste , impávido e sereno, ao fim de uma carreira política de Jorge Nunes que, nem sequer, chegou a começar. Como penso, também, que o PSD do distrito nunca confiou e nunca acreditou em Jorge Nunes. E hoje temos vários dirigentes nacionais do PSD, oriundos do distrito de Bragança, ajudando o Dr. Rui Rio a regressar ao poder. Ou não... contra a vontade do PSD do concelho de Bragança e do engº Jorge Nunes. Paciência... que é boa para a vista!
Diz o povo que «as feitas são as que valem» e desta forma o líder o PSD, Dr. Rui Rio de uma assentada, tem resolvidos 3 situações de cabeças de listas para as legislativas do próximo ano: Guarda, com Álvaro Amaro, Vila Real com José Silvano e Elina Fraga e Bragança com Adão Silva e Jorge Fidalgo.
Talvez fosse muito bom que o PSD do concelho de Bragança começasse a pensar em mudar de «padroeiro» se não os «milagres» nunca mais aparecem apesar «de fé vive el hombre».

Edição
3679