Diocese

“Todas as Nossas Senhoras são a mesma mãe de Deus”, um livro sobre os vários nomes de Maria

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2018-08-16 10:39

“Todas as Nossas Senhoras são a mesma mãe de Deus” é o título do livro escrito pelo Padre Joaquim Leite, apresentado em Vila Flor, na passada segunda-feira. Trata-se de uma coletânea de textos que o sacerdote publicou no Ano Mariano (2016- 2017), ao longo de 52 semanas, tendo como pano de fundo o Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, no jornal Mensageiro de Bragança. Os textos estão agora reunidos num livro editado sob a chancela da Diocese de Bragança-Miranda.
Maria de Nazaré, mãe de Jesus Cristo, filho de Deus é só uma. Mas por todo o mundo foi representada pelos cristãos com nomes, títulos, representações diversas. “Pareceu-me um tema interessante porque tantas designações causa uma certa confusão nas pessoas. Foi uma ocasião de poder clarificar que afinal todas as nossas senhoras são a mesma mãe de Deus”, explicou o autor ao Mensageiro.  
O livro contém 52 títulos marianos, de imagens da Diocese de Bragança-Miranda, nomeadamente sobre a zona sul desta diocese, selecionados entre milhares deles. “Tantos nomes é o sinal do muito amor que as pessoas têm por Maria, e por isso lhe chamam nomes bonitos. O livro esclarece que todos esses títulos são dados à mesma pessoa , a Mãe de Deus. Tantos nomes pode baralhar as pessoas. É, precisamente, para desfazer essa confusão que se escreveram estes textos. Calcular os nomes que são atribuídos a Maria é impossível porque é assim em todo o mundo, nas mais diversas proveniências e ao longo dos séculos”, referiu o Pe. Joaquim Leite. 
O bispo da Diocese de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro, escreveu no prefácio deste livro “que o padre Joaquim Leite faz uma serena e interpeladora reflexão teológica, pastoral e espiritual, a começar pelo título da públicação.