Futebol

Resposta brigantina vale empate nos juniores

Publicado por Guilherme Moutinho em Qui, 2018-09-06 10:18

Este sábado, no Estádio Municipal de Bragança, realizou-se o encontro entre Grupo Desportivo de Bragança e o Varzim Sport Clube. O jogo referente à segunda jornada do Campeonato Nacional de Juniores da Série A terminou num empate a duas bolas.

A segunda jornada prometia um bom jogo, de um lado os jovens brigantinos contra os poveiros. A equipa da Póvoa do Varzim chegava a Bragança depois de ter assegurado um empate a zero com o Maria da Fonte, já o Bragança tinha saído de Barroselas com o amargo sabor da derrota. Tudo isto colocava em perspetiva um bom espetáculo com ambas as formações a quererem lutar pelos três pontos.

A partida começou a bom ritmo com o GDB a mostrar vontade de chegar à baliza adversária. Com o jogo lançado para os brigantinos deu-se um lance bastante contestado nas bancadas com um golo anulado por fora de jogo. Os adeptos acreditavam, mas a equipa do Varzim mostrou o seu lado pragmático e com uma eficácia tremenda marcou dois golos ainda nos primeiros 20 minutos de jogo. Os golos poveiros foram do avançado Isma que mostrou grande mobilidade e sentido de baliza, golo marcado aos 11 minutos, e por Ferreira que nem passados sete minutos fez balançar novamente as redes brigantinas.
 
Quem pensou que os jovens do GDB poderiam baixar os braços face à adversidade enganou-se, a equipa brigantina juntou forças e pressionou ainda mais o Varzim. Esta pressão resultou num festival de golos perdidos e bolas na barra da baliza varzinista. Ainda na primeira parte assistimos a mais uma jogada controversa, possível mão na bola, que poderia ter resultado num penalti favorável ao GDB.
Se o azar parecia perseguir a equipa transmontana ficou mais evidente com a lesão de Faria, guarda-redes brigantino, que num choque com o avançado do Varzim se viu obrigado a abandonar o relvado.
Na segunda parte do jogo o Bragança foi recompensado pelo seu esforço e exibição personalizada, e aos 62 minutos chega ao golo através do médio Rodrigo que juntou o golo a uma exibição de extrema qualidade. Sem tirar o pé do acelerador o GDB continuou a criar muito perigo na área dos poveiros, até que aos 86 minutos Dani numa brilhante jogada individual sela o empate a dois. Foi um momento emocionante no estádio e fez acreditar os presentes no estádio numa “remontada” o que acabou por não se concretizar, ainda que Dani tenha tido uma última oportunidade de dar os três pontos à equipa da casa.
A análise do jogo feita por Marco Mobil, treinador do GDB, é de extrema confiança no trabalho. “Penso que fizemos um belíssimo jogo. Fomos dominadores e assumimos o controlo do jogo desde o início, excetuando aquele período de 15m em que o adversário faz dois golos que não justificava naquele momento, e a minha equipa, de facto, sentiu a desvantagem. Fomos melhores em todos os momentos e aspetos do jogo, tirando a eficácia” afirmou. Em relação à reação da equipa encara como um processo normal indicando que “a entrega da nossa equipa já era fantástica, mesmo quando estávamos em desvantagem. Por isso ao intervalo apenas disse a equipa para acreditar e continuar a fazer o que estavam até ao momento, melhorando um ou outro movimento, e nós conseguimos dar a volta ao resultado. A vitória, só não aconteceu, por alguma infelicidade no momento da finalização.”
 
O discurso de Mobil é de confiança no trabalho relembrando que “somos uma equipa praticamente toda nova que trabalha muito e de forma ambiciosa em todos os treinos sempre com o objetivo de ser mais forte daí o notório crescimento de dia pra dia. Trabalhar com estes jogadores têm sido um enorme orgulho e privilégio.”
Este resultado acaba por colocar o GDB na oitava posição do Campeonato, estando à segunda jornada com um ponto. O próximo encontro da equipa brigantina é frente ao Merelinense, que ocupa o nono lugar da qualificação, as duas equipas estão apenas separadas por um ponto. O jogo está marcado para dia 15 de Setembro.