Atual // Vimioso

Ambientalistas apelam a reforço de meios para evitar envenenamentos, após morte de cinco abutres

Francisco Pinto em Qui, 14/05/2015 - 10:07

A Quercus defende o reforço dos meios de deteção de venenos e das sanções nas zonas de caça com situações de envenenamentos, depois da morte de cinco abutres nas proximidades do rio Angueira, no concelho de Vimioso.
Os ambientalistas referiram em comunicado que, na sexta-feira, foram encontrados junto ao rio Angueira, em Vimioso, quatro abutres-pretos (Aegypius monachus) e um abutre-do-Egipto (Neopron pernocopterus) "mortos com suspeita de envenenamento", tendo sido recolhidas pelo Serviço de Proteção da Natureza (SEPNA) da GNR e enviadas para serem sujeitos a análise.

Estas aves estão em perigo de extinção e foram encontradas mortas numa zona de caça, acrescenta uma informação da associação de defesa do ambiente.

Tags: