Desporto // Futebol

Árbitro Nélson Ramos agredido com dois socos no Vilariça-Vila Flor

DV e AGR em Dom, 30/10/2016 - 22:20

O árbitro do jogo Vilariça-Vila Flor, do Distrital de Bragança, Nélson Ramos, foi alegadamente agredido por um jogador do Vilariça depois de lhe exibir o cartão vermelho.
O jogo foi interrompido aos 73’, quando o Vila Flor vencia por 2-0. Zé Manuel não concordou com uma decisão do árbitro, protestou, foi expulso e, nesse momento, terá agredido o juiz mirandelense.
Nélson Ramos entendeu que não estavam reunidas as condições para continuar com a partida e suspendeu o encontro, chamou a GNR e o INEM. Acabou transportado ao hospital de Bragança, onde realizou exames, mas já recebeu alta. A GNR tomou conta da ocorrência.
“Ninguém no campo se apercebeu do que se passou, pois estava tudo concentrado no outro jogador que tinha sido expulso. Só ouvimos dois gritos, virámo-nos e vimos o árbitro no chão”, relatou Carlitos, treinador do Vila Flor. Da parte do Vilariça, o treinador, José Barreira confessa que também não se apercebeu do lance mas critica a atitude do seu jogador. “Não pode fazer aquilo”, frisou.
Nenhuma das várias testemunhas do incidente, contactadas pelo Mensageiro, assume ter visto a alegada agressão. Nélson Ramos escusou-se a fazer comentários para já, dizendo-se “bastante abalado” com o sucedido.
De acordo com fonte da GNR, o árbitro identificou o alegado agressor e deverá formalizar a queixa nos próximos dias.
O presidente da Associação de Futebol de Bragança, António Ramos, escusou-se a fazer comentários até serem apurados todos os factos, mas sempre vai dizendo que “estas situações são repugnantes”.

Tags: