Nordeste Transmontano

Bola Doce e Amêndoa Coberta são candidatas às 7 maravilhas de Portugal

Publicado por Glória Lopes em Seg, 2019-03-18 18:06

A Bola Doce de Miranda do Douro e a Amêndoa Coberta de Torre de Moncorvo são candidatas ao concurso televisivo da RTP 1 «7 maravilhas Doces de Portugal», na categoria de Doce de Território. No caso da Bola Doce a proposta partiu da empresa Squesito e a candidatura da Amêndoa Coberta foi da responsabilidade da Associação do Douro Superior. No total são 41 os doces do Nordeste Transmontano candidatos às 7 Maravilhas.
A Bola Doce Mirandesa é um ex-libris de Miranda do Douro. Trata-se de um doce genuíno e um dos ícones gastronómicos do concelho. É um doce com sabor intenso a canela. A massa, semelhante à do folar mas mais fina, é intercalada com camadas de recheio de açúcar e canela. Conta-se que foi criada com o intuito das mulheres mirandesas provarem a massa dos folares na época da quaresma e “como não se podia comer carne”, fizeram um doce, simples e com sete camadas recheadas de açúcar e canela.Já a amêndoa coberta é um produto completamente artesanal, cuja confecção se faz como manda a tradição naquela vila. O produto já é detentor de IGP e foi considerada pelo primeiro-ministro "a melhor amêndoa do mundo".

O Squesito conta «com todos» para eleger a Bola Doce como uma das “Sete Maravilhas Doces de Portugal”.
O concurso vai ter 7 categorias diferentes e a gala final decorre a 7 de Setembro.
Recordamos que o Squesito – Turismo é um espaço cujo lema se baseia na "afirmação da identidade cultural mirandesa/transmontana. Fundada em 2017, pretende dedicar-se ao trabalho do mais genuíno e autêntico existente na cultura mirandesa/portuguesa, operando no seu registo, promoção, divulgação e venda de produtos tradicionais