Desporto // Futebol Sub-14

Começar a torcer o pepino...

António G. Rodrigues em Qua, 19/06/2013 - 18:21

Se o ditado diz que de pequenino se torce o pepino, este verão é pelo Nordeste Transmontano que se começa. Pela primeira vez, o distrito de Bragança vai acolher o maior torneio inter-associações do país, naquilo que João Vieira Pinto chamou de primeiro passo rumo à Seleção Nacional.
Numa estratégia de descentralização, que o presidente da Câmara de Bragança, Jorge Nunes, elogiou (“se outras instituições seguissem este exemplo, o país não estaria tão mal”, disse), Bragança ganhou o concurso que integrou dez Associações de futebol do país. “Tínhamos de começar por uma ponta”, frisou Rui Manhoso, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, que organiza o evento, com o apoio da AF Bragança e das autarquias de Bragança, Vinhais, Macedo de Cavaleiros e Mirandela.
Ao todo, são 400 atletas envolvidos, de 22 equipas (dos 18 distritos do continente mais uma da Madeira e três dos Açores).
Ao todo, serão mais de 700 pessoas a visitar a região e as consequentes mais-valias económicas que daí poderão advir, apesar de alguns investimentos que as autarquias foram obrigadas a fazer. Em Bragança, por exemplo, foram melhorados os campos do CEE e do IPB, dois dos recintos que vão acolher a prova já a partir de domingo. A final está marcada para dia 29, sábado.
Bragança vai acolher a maioria dos encontros (ver calendário na última página deste suplemento) mas, numa iniciativa também ela pioneira, a AF Bragança levou mais longe a ideia de descentralização, levando jogos também a Vinhais, Macedo de Cavaleiros e Mirandela.
Paralelamente, haverá ações de formação para árbitros (de Bragança participa no torneio Fernando Lhano), guarda-redes, com a presença de Brassard, antigo guarda-redes do Benfica e de Eduardo, mirandelense e guarda-redes da Seleção Nacional, que virá falar sobre a sua experiência profissional.