Atual // Bragança

D. José pediu aos finalistas do IPB que vivam ao ‘ritmo do coração’

Glória Lopes em Qui, 03/05/2018 - 10:10

O Bispo da Diocese de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro, recomendou aos alunos do Instituto Politécnico, que vivam ao ritmo do coração. Falando especialmente para os estudantes que participaram na Bênção de Finalistas, no passado sábado, o prelado sugeriu: “Viver a partir do coração e de um coração que escuta”. Citando o ator italiano E. de Luca: «na capital do corpo humano não é o cérebro, mas o coração, porque de noite o cérebro desliga faz os sonhos que quer, enquanto o coração continua lentamente a bater»”, destaco.
A catedral encheu-se de estudantes, de representantes dos órgãos diretivos do IPB e do município, bem como de amigos e familiares dos que chegam ao final de um percurso académico, nem sempre fácil. Foi um dia de festa e de alegria. Por isso, D. José falou  diretamente para os  alunos. “Caros jovens, viver ao ritmo do coração é escutar o clamor de quem está ferido, mas olhá-lo olhos nos olhos, coração a coração, faz toda a diferença para com os mais velhos, os doentes, os prisioneiros, os migrantes, revelando a inviolável dignidade da outra pessoa humana numa relação recíproca”, frisou, destacando que “uma pessoa vale o que vale o seu coração” e que S. João Bosco educou a uma vida boa do Evangelho para que todos s