Atual // Nordeste Transmontano

Este ano já deflagraram mais de 212 incêndios no distrito

Glória Lopes em Sex, 30/08/2013 - 11:17

Este ano já foram registadas 212 ocorrências relacionadas com incêndios florestais no distrito de Bragança. O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) contabilizou 20 incêndios florestais entre o dia 1 de janeiro e 15 de agosto, e 132 fogachos. Neste intervalo de tempo arderam 13.360 hectares, sendo 9.881 de matos e 3.479 de povoamentos.
O maior incêndio de 2013, registado até à data, teve início no dia 9 de julho no local de Picões, concelho de Alfândega da Fé, afetando uma área estimada de 14.912 hectares, dos quais 11.980 hectares em espaços florestais (3.208 hectares de povoamentos e 8.772 hectares de matos). Bragança era o distrito com mais área ardida até 15 de agosto, sendo que dos cerca de 13.360 hectares de espaços florestais consumidos no distrito, 11.980 hectares (aproximadamente 90%) resultaram do grande incêndio de Picões.
O ICNF destaca outros incêndios relevantes na região, como o de Cicouro, no concelho de Miranda do Douro, onde houve a lamentar a perda de um bombeiro, com 45 anos, que acabaria por falecer na sequência de queimaduras muito graves. Outros dois ficaram feridos durante o combate ao mesmo incêndio. Um deles, Daniel Falcão, 25 anos, continua internado na Unidade de Queimados do Hospital da Prelada, no Porto, em estado grave e com prognóstico reservado. Um terceiro, que apresentava 10 por cento do corpo com queimaduras de segundo grau, já teve alta. Em Cicouro as chamas consumiram 140 hectares, 40 de povoamentos e 100 de matos.

Tags: