Atual // Vinhais

Fábrica de transformação de bagaço de azeitona prevista para Rebordelo

Glória Lopes em Sex, 08/07/2016 - 12:11

Uma empresa com sede em Matosinhos quer investir no concelho de Vinhais e construir, na freguesia de Rebordelo, um complexo fabril para transformação de bagaço de azeitona. O projeto, cuja entidade promotora é a firma Cálculo de Vanguarda, prevê um investimento inicial de dois milhões de euros e a criação de 12 postos de trabalho, número que deverá aumentar anualmente com o decorrer da campanha da azeitona.
A fábrica ainda não está instalada mas já dá azo a polémica, estando a ser dinamizado um abaixo-assinado nas freguesias de Rebordelo e Vale das Fontes contra a sua instalação e com a intenção de a impedir. "Estamos a recolher assinaturas junto da população destas duas aldeias, e ainda em Nozedo de Baixo, uma vez que a ribeira que atravessa o terreno para onde está prevista a fábrica, que deverá servir para descarga dos efluentes, passa nesta localidade", explicou Carlos Costa, natural de Vale das Fontes, e anterior presidente da concelhia do PSD de Vinhais, que promete enviar o documento ao governo, parlamento e instâncias europeias.
A assembleia municipal de Vinhais reconheceu o interesse municipal do projeto, como se pode ler na ata n 1/2006, data de 29 de fevereiro, mediante a aprovação de uma proposta nesse sentido, tendo em conta a importância do investimento a realizar e ao número de postos de trabalho direto a criar no concelho. "Atendendo a que o município de Vinhais tem pautado a sua atuação pela promoção e incremento do desenvolvimento económico e social do concelho e independentemente do cumprimento das disposições legais aplicáveis, nomeadamente ambientais e do disposto nos instrumentos de gestão territorial", refere a ata.
Outro entendimento têm os subscritores do abaixo-assinado, que consideram que os prejuízos ambientais não compensam.

(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)