DIOCESE

Investigadores da Escola das Artes da Universidade Católica refletiram sobre o património em Bragança

Publicado por Glória Lopes em Ter, 2018-11-06 12:42

A Diocese de Bragança-Miranda recebeu este ano as V Jornadas do Doutoramento em Estudos do Património: 'Centralidades e descentralidades no Património' da Universidade Católica do Porto, no passado fim-de-semana, uma iniciativa que o bispo diocesano, D. José Cordeiro, considerou "particularmente importante para dar memória ao futuro e consistência ao presente ".

A iniciativa juntou investigadores e docentes da Escola das Artes da Universidade Católica durante dois dias, em Bragança, que apresentaram várias teses de doutoramento. "É um valor acrescentado Bragança ter sido escolhida para que a centralidade do património seja assumida por todos quantos têm responsabilidade", referiu D. José Cordeiro.

A herança que a Diocese recebeu do passado "é muito grande", destacou o prelado, sublinhando que as estruturas são muitas, como o património religioso, o testemunho ligado à fé e em todas as outras dimensões. "Numa boa articulação entre a Diocese e várias instituições têm havido este cuidado e proteção do património mas é preciso fazer mais. É preciso mostrar também esse património, de uma forma muito profissional e muito qualitativa. Porque honra-nos muito todo o património material e imaterial que está neste território do Nordeste Transmontano", explicou.