Atual // Bragança

IPB quer recuperar viveiro de trutas de França e Casa da Lama Grande

Glória Lopes em Seg, 05/12/2016 - 10:08

Um mês depois de o ministro da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, ter exortado os investigadores a criar uma rede de "serras ou montanhas de investigação", o Instituto Politécnico de Bragança (IPB) apresentou, no passado sábado, o projeto Montesinho Montanha de Investigação, o mais adiantado da rede de laboratórios de Montanha, que envolve outros dois projetos-piloto, nomeadamente a Serra da Estrela e a montanha do Pico nos Açores. "Montanhas com características únicas e específicas", ressalvou Manuel Heitor.     A ideia do ministro é que as serras sejam “laboratórios vivos” para fazer investigação. “O objetivo é transformar algumas montanhas em laboratórios para pertencerem à Rede Europeia de Biosfera, como é o caso da Serra do Montesinho, onde se possa fazer investigação porque é uma forma de valorizar a ciência, dando-lhe mais relevância social, mas também económica e científica”, descreveu Manuel Heitor, que quer "criar novas centralidades de investigação e novos desafios".