Desporto // Kickboxing

José Alonso é o novo campeão nacional de low-kick

Fernando Pires em Qui, 03/08/2017 - 10:45

Uma das maiores promessas do Ginásio Clube Mirandelense (GCM), José Pedro Alonso, derrotou, no passado sábado, na gala de Kickboxing, realizada em Mirandela, o anterior detentor do título de low-kick, class B, em – 63,5 kg, Porfírio Magalhães, do Vitória de Guimarães, por KO, após dois assaltos.
O jovem atleta de 18 anos não esconde a satisfação pelo título conquistado. “Trabalhei muito para chegar aqui e conquistar este título, sabia que não ia ser fácil e que não podia facilitar, inha que cortar o mal pela raiz e assim fiz. Estou muito feliz por ganhar perante o público mirandelense”, afirma.
O treinador e antigo campeão do mundo, José Pina, elogia a prestação de José Alonso e reitera que tem todas as qualidades para ser o seu sucessor. “Ele está com uma evolução brutal e no próximo ano já vai combater em classe A. Se ele quiser e mantiver esta atitude, não tenho dúvidas que pode vir a ser o meu sucessor na modalidade”
Pina destaca ainda as prestações de Rita Melo e Paulo Branco, atletas do GCM que também venceram os seus combates. “O Paulo fez um combate tecnicamente perfeito. Quanto à Rita, regressou há pouco tempo, depois de uma paragem de três anos para ser mãe, e está no bom caminho para conquistar títulos no futuro”, afirma.
O presidente do Município de Mirandela elogia a qualidade da gala, do passado sábado. “Mais uma vez, o Ginásio Clube Mirandelense brindou-nos com um evento de muita qualidade, englobado nas festas da cidade ainda por cima com vitórias dos três atletas da casa”, sublinha António Branco que faz questão de assinalar o trabalho de formação que tem vindo a ser realizado nos últimos anos pelo Ginásio Clube Mirandelense. “Há muita gente nova a despontar e isso é sinal que o trabalho está a ser bem feito”, acrescenta o autarca.
A gala de kickboxing teve casa cheia no anfiteatro do parque do Império e consagrou José Alonso como novo campeão nacional de low-kick, class B, em – 63,5 kg.
No próximo ano o mirandelense, passa a combater em classe A, na categoria de profissionais.