Desporto // Futebol

“Nunca esquecerei a estreia na Seleção

António Gonçalves Rodrigues em Qui, 01/08/2013 - 22:33

 
Depois de uma aventura no estrangeiro, Pizzi, jogador brigantino, esteve a um passo de regressar ao campeonato português. Contratado pelo Benfica, acabou emprestado ao Espanhol, de Barcelona. Numa entrevista exclusiva ao Mensageiro, faz o balanço da última época, fala do seu futuro e relata a convivência com o melhor jogador do mundo.
Mensageiro de Bragança: Que balanço faz desta época?
Pizzi.: Foi uma boa época para mim. O objetivo era jogar e ser importante. Cheguei a um passo que era o que eu queria, representar a Seleção Nacional. Agora quero repetir o mesmo na próxima, jogando cada vez mais.
 
MB.: Qual o melhor momento da época?
P.: Os dois golos ao Barcelona podem ter sido os dois momentos mais especiais da época mas claro que também ficou um bocado manchada pela descida de divisão da equipa. No cômputo geral e individualmente, acabou por ser uma boa temporada.
 
MB.: Na Corunha houve um período em que os adeptos se viraram um pouco contra os portugueses. Também sentiu isso?
P.: Na pele não, nunca senti isso. Desde o primeiro dia que as pessoas do Deportivo me ajudaram, me apoiaram e gostaram do meu trabalho e nunca senti muito isso mas a verdade é que se viraram um bocado contra os portugueses. Com todo o respeito que tínhamos pelos adeptos do Deportivo conseguimos dar a volta por cima e no final já toda a gente aplaudia os portugueses.
 

 

Tags: