Igreja // Igreja

“O pontificado do Papa Francisco é um dom extraordinário para a Igreja”

AGR em Qui, 24/12/2015 - 15:17

MB.: Este ano tivemos o Sínodo dedicado à família. Como encara as conclusões?
DJC.:
Muito bem! Toda a pastoral da Igreja tem de ser em chave familiar. A família é o santuário da vida e a primeira Igreja. Por isso, a família não é objeto da pastoral, mas sujeito decisivo e vital para a evangelização. Aguardámos com esperança o documento do Papa Francisco. Foi dado um enorme passo na sinodalidade da Igreja.

MB.: Já se sentem mudanças na Igreja depois de dois anos de pontificado de Francisco?
DJC.:
Sim. O pontificado do Papa Francisco é um dom extraordinário para a Igreja e para o mundo. Pessoal e comunitariamente testemunho muitas mudanças. A cultura do encontro e da ternura, a proximidade, a sinodalidade, o desafio da santidade e da misericórdia são notas de grande alcance. A conversão é gradual e nunca pode parar. Tudo é graça quando vivemos em Cristo. O Papa Francisco é uma autêntica porta da Misericórdia de Deus para a humanidade e para a Igreja.