Atual // Nordeste Transmontano

Projeto de produção de biogás vai abastecer a frota de camiões do aterro sanitário

Glória Lopes em Qui, 06/07/2017 - 17:46

Um projeto considerado pioneiro a nível mundial, que limpa o biogás e permite a sua utilização como combustível de veículos motores, está a ser desenvolvido no Aterro Sanitário da Terra Quente, em Mirandela, onde foi apresentado na passada terça-feira.
O BIOGASMOVE, que resulta da parceria entre a Resíduos do Nordeste, entidade gestora do aterro, a empresa (Sysadvance), que desenvolveu a tecnologia de ponta, e a Duriensegás, é o único do género em marcha na Península Ibérica. Para já apenas está a ser usado nos Estados Unidos da América, mas também funciona com tecnologia da empresa portuguesa, e no aterro localizado no Cachão.
O secretário de Estado da Energia, Jorge Sanches, que visitou o parque ambiental do aterro e se inteirou do que por ali acontece, considerou o projeto de produção de biometano “exemplar”, tanto mais que está a ser desenvolvido no Interior. “Este projeto assenta em três pontos, nomeadamente energia, desenvolvimento regional e a inovação, que mostra que há um grande potencial no nosso país ao apostar na energia renovável apostamos nas pessoas”, referiu o secretário de Estado.
 
(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)