Atual // Torre de D. Chama

PSD repete vitória nas intercalares e garantiu maioria absoluta

Fernando Pires em Qui, 29/05/2014 - 12:20

Aproveitando a realização de um ato eleitoral (neste caso, as Europeias), Torre de D. Chama foi a votos para escolher o presidente da Junta de Freguesia.
E, tal como nas eleições autárquicas de setembro, Fernando Mesquita voltou a ser o candidato mais votado nas eleições intercalares para a Assembleia de Freguesia de Torre Dona Chama, que decorreram, em simultâneo com as europeias.
O candidato apoiado pelo PSD ganhou com uma diferença de 48 votos para o Movimento independente liderado por Armando Bernardo. 359 contra 311.
“Foi uma vitória difícil mas também por isso mais saborosa”, confessava Fernando Mesquita, após a contagem de votos e para quem, a partir de agora, apesar de ter conseguido a maioria, não haverá nem vencedores nem vencidos. “Vamos estar todos juntos na tarefa gigantesca de colocar o povo da vila de Torre Dona Chama no lugar que merece. Mas isso só será possível com a união de todos”, adiantou o candidato vencedor nesta eleições intercalares.
Já Armando Bernardo, felicitou o vencedor, mas tem dúvidas que consiga a união dos torreenses, alegando que Fernando Mesquita “teve essa oportunidade durante o período de instalação dos órgãos da freguesia”.
Recorde-se que Fernando Mesquita renunciou ao mandato, em fevereiro, por entender que a gestão daquela freguesia tornou-se insustentável devido ao braço de ferro que manteve com a oposição, acabando por pedir a demissão e provocar a realização de novas eleições.
Nas autárquicas, os eleitores deram a vitória ao PSD, mas sem maioria absoluta, o que acabou por condicionar a formação de um executivo viável. Nas reuniões para a instalação dos órgãos da freguesia, todas as propostas foram rejeitadas, porque, CDS e PS exigiam os dois lugares de vogais.
Fernando Mesquita repetiu a candidatura apoiada pelo PSD, enquanto Armando Bernardo, candidato do CDS em setembro, liderou agora uma lista independente que tinha como número dois o anterior cabeça de lista apoiado pelo PS, Bruno Costa.
No domingo, ganhou com 48 votos de diferença, mas agora com maioria absoluta na Assembleia de Freguesia.