Bragança

Queda de aeronave provoca dois mortos junto a Bragança (C/ FOTOS)

Publicado por António G. Rodrigues em Sáb, 2019-03-16 22:47

A queda de uma aeronave ultraligeira provocou hoje a morte a duas pessoas junto à aldeia de Varge, em Bragança. De acordo com o comandante dos bombeiros de Bragança, o alerta foi dado às 17h54, por populares. Horácio Sousa, de 60 anos, proprietário do Intermarché de Bragança, e André Bessa, de 26, piloto da TAP, eram os ocupantes do ultraleve.
No local, ao Mensageiro, uma testemunha ocular relatou que ouviu “um estrondo”. “Depois comecei a ver coisas a cair, o avião às piruetas antes de cair”, contou.
Já Flávio Alves, que trabalhava num campo nas imediações, contou que viu “o avião a sobrevoar esta zona várias vezes”. “Depois ouvi um estrondo e uma coisa branca a cair. A seguir caiu o avião”, relatou.
À chegada ao local, “sete minutos depois do alerta”, segundo frisou José Fernandes, os bombeiros depararam-se “com destroços e duas vítimas mortais”.
O avião tinha ido neste mesmo sábado a León, Espanha, a uma concentração aeronáutica. “Fui e vim sem problemas. Aterrei pouco depois das 17h00 no aeródromo de Bragança, o avião estava bem e com cerca de 70 por cento de combustível”, contou ao Mensageiro Telmo Garcia, sócio do aeroclube e também piloto.
“Pouco depois eles saíram com o avião para uma volta de circuito”, disse, ainda, frisando que “eram os dois pilotos muito experientes”.
A aeronave, um "ULM Sport Cruiser" de dois lugares, é de fabrico checo e data de 2007. Tinha sido adquirido em janeiro pelo aeroclube e custou 55 mil euros.
Entretanto, em comunicado, o Aeroclube de Bragança lamentou a morte de “dois amigos” num “voo de recreio”, sendo “as causas” do acidente “ainda desconhecidas”.
Os destroços permanecem no local à guarda da GNR, enquanto se aguarda “que a equipa de inspetores do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF)” ali se desloque para proceder à investigação da causa do acidente.
As famílias estão já a receber apoio de psicólogos da autarquia brigantina.