nordeste Transmontano

Sete anos depois, nem a chuva nem a neve travou a procissão do Senhor dos Passos de Edrosa

Publicado por AGR em Qui, 2019-04-11 10:55

Estava “tudo preparado” e prometia “ser uma das mais bonitas de sempre” mas a procissão do Senhor dos Passos, de Edrosa, Vinhais, que se realiza apenas de sete em sete anos desde 1608, esteve, no domingo, ameaçada pela chuva e pela neve até à última da hora. “Assim que começar, a chuva pára”, garantia o povo, reunido à volta da igreja matriz da aldeia que hoje não tem mais de 70 habitantes permanentes.
A verdade é que, se não parou, pelo menos acalmou bastantte, o suficiente para manter a mobilização da fé e dos mais de 70 figurantes (desta e de outras aldeias), até porque os trajes tinham vindo propositadamente de Braga e havia que os aproveitar.