Cuidado com as “Ofertas Online” que propõem resolver problemas financeiros através da consolidação de créditos

Muitas famílias portuguesas apresentam dificuldades financeiras, chegando ao fim do mês com responsabilidades financeiras maiores do que o seu orçamento comporta.
Face a situação de desespero e para evitar incumprimentos, aliviar a carteira e conseguirem pagar, perante excessivos compromissos que assumem e não conseguem cumprir ou perante imprevistos com que se deparam, como por exemplo o arranjo do carro, recorrem ao cartão de crédito ou a “créditos consolidados online”. Estes “créditos consolidados online” trazem aos consumidores a expectativa de pagarem uma única prestação mais baixa que lhes garanta uma folga orçamental.
No recurso a crédito “on line” ou soluções na internet, o consumidor torna-se mais vulnerável e age muitas vezes sem pensar. E muitas vezes é mesmo alvo de empresas menos escrupulosas, sem avaliar que está a incorrer em comissões, juros e condições muitas vezes lesivas dos seus interesses.
E o problema é que muitas vezes, seja por falta de experiência, por iliteracia financeira, desconhecimento ou mesmo ingenuidade muitos consumidores caem em logros e nas mãos de entidades pouco idóneas que criam sites virtuais para conseguir dinheiro e que passado pouco tempo desaparecem, ficando também os consumidores sem os valores que transferem como adiantamento para alegadamente terem acesso ao crédito ou à consolidação de créditos.
Tome cautela e pesquise bastante antes de escolher o serviço a ser contratado, para ter certeza de que fez a opção mais adequada ao seu perfil e que efetivamente resolve ou consegue ultrapassar as dificuldades financeiras sentidas. Muitas vezes a consolidação de créditos não será a melhor solução e é geralmente a mais onerosa.
Não caia em tentação e faça escolhas financeiras responsáveis. Pode para tal pedir informação e apoio ao Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado da DECO. Tomadas as necessárias cautelas e as medidas de segurança adequadas, poderá assumir um crédito consolidado, mas de acordo com o que poderá pagar e sem comprometer seu orçamento familiar.
Para informações complementares contacte visite o site www.gasdeco.net ou dirija-se à DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Delegação Regional do Norte - Rua da Torrinha, nº 228-H, 5º andar, 4050-610 Porto ou através do endereço deco.norte@deco.pt