Primeira Epistola de Bragança aos Políticos

Se vocês vivessem num regime monárquico o povo ia pensar que, afinal, são os «senhores do reino» mas aos viver num regime republicano (imposto ao povo pela força das baionetas em 1910) o vosso comportamento prova que, afinal, na república da bandalheira, do despudor e da pouca vergonha vale tudo. Vale tudo... mas só para alguns: nesta república do quero, posso e mando; nesta república mais corporativa do que o Estado Corporativo de Salazar; nesta república que é meiga com os poderosos e áspera com os pequenos; nesta república que fomenta as injustiças, as desigualdades e a podridão; nesta república... afinal vale tudo.
Nos últimos 20 anos fomos sendo confrontados com umas «fugas de informação»  estratégicas em serviços públicos como a defesa, a segurança interna, as finanças, a justiça e outros de importância maior. Por norma, essas «fontes» denunciavam sempre os partidos de direita, os políticos de direita e os seus comportamentos. Principalmente quando havia eleições legislativas, presidenciais ou autárquicas alguém fazia chegar aos órgãos de informação factos ou comportamentos menos claros.
Veja-se a guerra travada para ligar o PSD ao BPN ao longo dos anos.
Nos últimos 15 anos o PS, o PCP, o BE e quejandos até se cansavam de dizer que o BPN era o banco do cavaquismo.
E até se esgadunharam todos para derrotar Bush há 12 anos não o querendo para presidente da América.
Mas esta esquerda tem a memória de peixe:
Esqueceram-se do caso Emaudio; esqueceram-se do caso do aeroporto de macau; esqueceram-se de Felgueiras  aonde Francisco Assis levou umas lambadas; esqueceram-se do BES e da PT; esqueceram-se do Banif; e agora, até querem esquecer-se da Caixa.
O Bloco de Esquerda não quer comissão de inquérito à Caixa.
O PCP não que comissão de inquérito à Caixa.
O PS não quer comissão de inquérito à Caixa.
E o povo desta república da bandalheira acha estranho este comportamento e pergunta então quando foi o BPN não se cansaram de gritar que queriam uma comissão de inquérito?
Então não foi a comissão de inquérito ao BPN que nos deu a conhecer aquela «cara engraçadinha» de Mariana Mortágua do Bloco de Esquerda?
Então não foi na comissão de inquérito que o PCP queria que a Banca, os grupos económicos e financeiros fossem nacionalizados?
Então não foi na comissão de inquérito ao BPN que o PS insistia que era preciso levar à justiça os responsáveis pela situação a que o Banco chegou? Foi! Não foi?