Relíquia

Olhar // Bragança

O passatempo que ficou sério e virou emprego

António G. Rodrigues em Qui, 28/05/2015 - 17:57

Quando entrava em casa dos amigos, Miguel Moita Fernandes não conseguia travar a imaginação. Quanto mais olhava para os móveis, sobretudo os mais antigos, não conseguia deixar de pensar em formas de os recuperar e reconverter, com um toque de modernidade.
Após alguns anos sem conseguir colocação como professor de música, aquela que é a sua formação de base, Miguel Moita Fernandes deitou...ver mais