Ernesto Rodrigues

O grande Vieira

A Obra Completa do Padre António Vieira (Círculo de Leitores, 2013-2014) fechou-se com o lançamento, em 3 de Dezembro, na Reitoria da Universidade de Lisboa, dos últimos volumes, que perfazem a trintena ‒ aventura nunca antes conseguida. O projecto nasceu em duas unidades de investigação desta Universidade ‒ Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias e Centro de Filosofia ‒, tendo-se constituído uma vasta equipa internacional dirigida por José Eduardo Franco e Pedro Calafate.


Gilda Santos, Belver, Brasil

Fomos encontrar, Teresa e eu, o nome de Belver encimando a casa da serra de Gilda Santos, em Araras, Petrópolis, a menos de duas horas do apartamento carioca da Gávea. É um condomínio fechado em silêncio e largueza de pulmões, e, no interior da moradia, sinais de viagens ou colecções cuidadas pela ex-professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde se doutorou sobre O Físico Prodigioso seniano. Desperta-me a atenção alto gargalo vencido em rolhas de cortiça, outras tantas garrafas de vinho bebido pelo raro enólogo que é o marido, Emmanoel.


Inês de Castro e D. Pedro em Bragança

Os amores de Pedro e Inês ondearam por esta cidade, onde lhes nasceu o segundo filho, D. João de Portugal e Castro. Os historiadores da terra não o reivindicavam, por ignorância; mas, fazendo de Fernão Lopes bíblia (mal interpretada), contestam o casamento do mítico par, acto que não passaria de mera tradição. Na dúvida, um romancista casa quem bem entende; mal não lhe fica, todavia, fundar-se em documentos, como fiz em A Casa de Bragança (2013), resumindo no Mensageiro de Bragança (20 e 27 de Junho de 2013) quanto penso sobre esse sacramento e filho que urge resgatar.