Olhar

Georges Dussaud agradeceu aos brigantinos dizendo que “é português no coração"

Quando em 1981, Georges Dussaud visitou pela segunda vez Portugal, chegando por acaso a Trás-os-Montes, estava longe de imaginar que 37 anos depois havia de ser homenageado em Bragança, uma cidade que quando por lá passou ainda não tinha sequer o IP4 e vivia em grande isolamento, estando a poucos


Publicado por Glória Lopes em Qui, 2018-10-25 09:34

Jovem brigantina ajudou a construir uma escola na Costa do Marfim

Adriana Pires, 22 anos, natural de Bragança, integrou uma missão da Consolata de Águas Santas na Costa do Marfim. Uns meses antes organizou um jantar de angariação de fundos em Bragança para ajudar na compra de material escolar.  Quando partiu deu conta das suas expectativas ao Mensageiro.


Publicado por Glória Lopes em Qui, 2018-09-27 09:45