Atual // Bragança

Empresários da região procuram soluções para problemas em conjunto com alunos IPB

Glória Lopes em Qui, 15/03/2018 - 10:19

Aumentar o tempo de conservação do caviar de vinho, um produto que a empresa Sapientia Romana, sediada em Chaves, quer relançar no mercado, depois de o ter retirado por ser muito perecível, é o desafio lançado aos alunos que participam no projecto DeMola North Portugal, cuja segunda fase iniciou na passada sexta-feira, no Brigantia Eco Park, em Bragança. Desta feita, 36 alunos do Instituto Politécnico, dos quais 20 são estrangeiros, têm três meses para encontrar soluções para problemas que seis empresas ou instituições lhes apresentaram.  Ricardo Correia, sócio da Sapientia Romana, aposta na esferificação de vinho para criar caviar, através da cozinha molecular. “