Fenómeno do Entroncamento ou exemplo de resiliência?

Há quem diga que as gentes do Nordeste Transmontano são mais rijas do que as restantes, dadas as dificuldades que enfrentam. Mas, a julgar pela foto, tirada no centro histórico de Bragança, bem pertinho do castelo, também as plantas mostram sinais de uma vontade férrea de sobreviver em condições difíceis. A couve que nasceu na parede de uma das muitas casas por ali ao abandono que o diga...