Desporto // Mirandela

Raid Ibérico anima os céus da região

Fernando Pires em Qua, 05/09/2018 - 18:30

Desde o passado sábado, 23 aeronaves portuguesas e espanholas estão a participar no Raid Ibérico 2018 que termina, hoje, em Bragança.

Durante seis dias, perto de meia centena de pessoas percorrem o Nordeste de Portugal e parte do Norte de Espanha, com paragens nos aeródromos de Léon, Burgos e Segóvia - do outro lado da fronteira – e ainda em Mirandela, Vila Real e Bragança, do lado português.
A organização do evento é da responsabilidade do Aero Clube de Bragança e da Associação Cielos de Léon, que este ano também contam com a parceria dos Aero Clubes de Vila Real e Mirandela.

O Raid Ibérico 2018 também acaba por ser “uma promoção deste território” porque na iniciativa participa gente de vários pontos do País e da vizinha Espanha. “Este ano decidimos contemplar apenas a região de Castela e Leão e o distrito de Vila Real e Bragança, aproveitando a excelente parceria com os clubes de Mirandela e Vila Real. Temos cerca de 45 pessoas, não só desta zona, mas também gente que veio de Cascais, de Málaga, de Madrid e outros pontos”, refere nuno Fernandes, presidente do Aero Clube de Bragança.

Esta é já a 15ª edição e tem a particularidade de ser dedicada ao piloto que marcou presença em todas as edições. Trata-se de Artur Caracol, residente em Cascais, que com os seus 82 anos explica o seu gosto pela aviação. “Comecei a voar desde os meus 39 anos e nunca mais parei. Sempre vim a este raid porque o convívio é fantástico e temos a oportunidade de uma vez por ano estarmos todos juntos de novo”, conta este amante da aeronáutica e que não tem prazo para deixar de voar. “Vou pilotar o avião até as médicas me permitirem”, diz.

E o que mais motiva os pilotos a participar no Raid é mesmo o convívio entre pessoas que têm em comum o gosto pelos aviões. “É fantástico poder desfrutar desta amizade e da vossa gastronomia que é muito boa”, revela Luis Pallacin, de Madrid.

Na terça-feira, as 23 aeronaves aterraram no aeródromo de Mirandela, no final de mais uma etapa. Manuel Rodrigues, presidente do Aero Clube de Mirandela, que também participa no Raid, entende que este tipo de iniciativas “também servem para dar maior visibilidade ao que o clube faz e tentar cativar mais gente para tirar cursos de piloto, porque temos uma escola que até está a fazer uma promoção interessante para quem quiser iniciar esta atividade”, diz.

Durante a tarde, o Aero Clube de Mirandela realizou batismos de voo à população, oferecendo as primeiras 10 inscrições. Melissa Martins foi uma das contempladas e confessa que adorou a primeira experiência aérea. “Fiquei bastante entusiasmada e estou mesmo a pensar em inscrever-me no curso, que tem uma boa promoção”, afirma.

As 23 aeronaves que participam no Raid Ibérico 2018 seguiram, esta quarta-feira, para Vila Real e hoje termina o evento com a chegada ao aeródromo de Bragança.