Peregrinar à…Senhora dos Remédios!...

Promover a inspiração divina, despertando para um compromisso atento para as comunidades onde nos incluímos, procurando fortalecer a dinâmica social, na procura de verdadeiros ideais de vida e de renovação interior, são, ou devem ser, propósitos motivadores da razão de ser, estar e viver.
A manifestação da nossa religiosidade, torna-se, com efeito, promotora da esperança, da entrega e determinação em potenciar o florescimento, com o nosso testemunho, da Fé, da Palavra, da Interatividade Positiva na Vizinhança, da Fraternidade, da Confiança!... Tudo isto sustentado nos desígnios da MISSÃO, deverá levar os PEREGRINOS a caminhar, fluente, confiante e convergentemente, animando os seus próprios ambientes, com alegria e energia positiva, descobrindo, num contexto afetivo e de proximidade, a presença de Jesus Cristo, nos trilhos dos caminhos da própria vida e dos OUTROS!...
Peregrinar pressupõe caminhar objetivamente, independentemente do esforço físico, arejando a mente, percorrendo o trilho que nos leva ao ENCONTRO, partilhando a nossa Fé com a de outra gente!... Por isso, a nossa atitude não deve fechar-se na fruição intimista da nossa existência, mas despertar para apelos e descobertas, alimentando-se de testemunhos vivos sustentados nos propósitos da Fé.
É, pois, importante peregrinar em direção aos Nossos Santuários, nesta época em que múltiplas festividades acontecem, enriquecem e fortalecem. Todavia, contrária e infelizmente, na maior parte dos casos, os responsáveis pelas organizações festivas empenham-se e dão maior importância ao programa recreativo do que ao religioso, acabando, de algum modo, por secundarizar este, no qual suportam a legalidade organizativa. Gastam/desperdiçam (não investem) grandes somas de dinheiro, que “desaparece da região” deixando de lado necessidades, religiosas, sociais e culturais de que cada localidade carece, ou para qualquer útil função.
Contrariando um pouco a filosofia festiva que impera popularmente, a Comissão de Festas de Nossa Senhora dos Remédios, em Frieira, poderá ser considerada um exemplo no que toca ao religioso empenhamento. Incrementando a motivação das localidades circunvizinhas para a participação coletiva e abrangente, nas cerimónias religiosas durante os nove dias das novenas, fomentado a partilha geradora de convergências e unidade na celebração. Tudo isto decorrente de uma postura peregrinamente assumida, ultrapassando dificuldades, mas que despertará para novas realidades, contextualizadas no “convite” a participar e incluir um processo de comunidade alargada, de escuta e de sintonia que o ENCONTRO proporciona, a contemplação de rostos, a escuta da palavra, a abertura pessoal e coletiva, com Fé e Alegria, potenciando-se a responsabilidade na reciprocidade.
Com início já no próximo sábado, 06/08/2016, a partir das 18.00 horas, o clico da novenas preparatória da FESTA, que acontecerá dia 15, o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Frieira, será, durante nove dias, o epicentro de celebrações religiosas da própria aldeia e das comunidades circunvizinhas.
Espiritualmente orientadas pelos padres, José C. Moreira e António C. Estevinho Pires, as Celebrações Religiosas revestir-se-ão de um espírito particularmente singular, sobretudo porque sustentadas no desígnio da simplicidade, fraternidade e comunhão intracomunitária.
Não obstante o caminho que liga o Santuário a Izeda estar degradado e pouco recomendável para os peregrinos/romeiros que se deslocam a pé desta vila, espera-se que isso não seja impeditivo de continuarem a manifestar expressividade da sua Fé, presencialmente, na Senhora dos Remédios.