Atual // Bragança

Falta de alunos fecha duas escolas no arranque do novo ano letivo

AGR em Qui, 15/09/2016 - 09:25

Um arranque de ano letivo “em que quase ninguém deu por ele”. Era assim que brincava o Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, que ontem regressou à sua escola de infância para assinalar, da parte do Governo, a chegada do novo ano letivo.
Uma abertura que acontece precisamente num agrupamento que vê duas escolas primárias encerrar devido à falta de alunos. 
A escola primária da Mãe d’Água e a das Cantarias receberam, cada uma, apenas três matrículas, pelo que foi decidido transferir as crianças para a escola Augusto Moreno, do mesmo agrupamento.
“O município defendeu sempre a manutenção de todas as escolas. Sabemos que essas duas escolas em particular não tiveram matrículas. O agrupamento entendeu que, em diálogo com os encarregados de educação, encaminhou os alunos para a Augusto Moreno . É uma situação normal pese embora gostássemos que as escolas se mantivessem abertas”, frisou o presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias.