Desporto // Bragança

Socorro tardou a Zé Luís e o guarda-redes já pondera abandonar o futebol

AGR em Seg, 30/12/2013 - 16:55

Decorriam apenas oito minutos de jogo quando o guarda-redes Zé Luís, dos Africanos, e o avançado Valdo, do Argozelo, chocaram, ficando o guarda-redes estendido no sintético do IPB.
Os minutos que se seguiram foram de agonia, com o jogador claramente maltratado e com sintomas de traumatismo craneano.
Pedrinha, um antigo companheiro de equipa, ligou para o INEM às 15h20 mas só 24 minutos e vários telefonemas depois para o Instituto Nacional de Emergência Médica é que apareceu uma ambulância para socorrer o jogador, que já apresentava sinais de hipotermia devido ao tempo em que permaneceu deitado no relvado molhado.
Conduzido ao hospital, depois de assistido ainda no local, acabaria por ter alta mas o “susto” fez o guarda-redes de 38 anos, que já passou, entre outros, pelo Bragança, repensar a sua carreira. “Este poderá ter sido o meu último jogo”, admitia, já refeito dos acontecimentos de domingo à tarde.

(Notícia completa disponível para assinantes)

Tags: