Desporto // Mirandela

Tribunal do desporto considera ilegal processo eleitoral dos órgãos da federação

Fernando Pires em Qui, 23/11/2017 - 10:52

Considerados nulos os processos disciplinares instaurados, pela presidente da federação, a José Pina, do Ginásio Clube Mirandelense, que estava em lista opositora.
 
O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) declarou nula a decisão consubstanciada na lista de candidatos publicada pela comissão eleitoral da Federação Portuguesa de Kicboxing e Muaythai (FPKM) - entidade com Estatuto de Utilidade Pública Desportiva - para o ato eleitoral que aconteceu, no passado mês de junho e que deu novamente a vitória a Ana Vital Melo.
No acórdão, datado de 3 de novembro, o TAD dá razão a vários elementos que pertenciam a uma lista opositora, da qual fazia parte José Pina, do Ginásio Clube Mirandelense, e que alegava que a presidente “teve o descaramento de nomear quem podia votar nessas mesmas eleições, conseguindo por isso uma esmagadora vitória”, pode ler-se na ação apresentada.
 
(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)
 
 

Tags: