Bragança

Inspetor das Finanças detido pela Polícia Judiciária por corrupção fica a aguardar julgamento em liberdade

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-06-04 14:13

Ficou sujeito à medida de coação de suspensão da atividade e proibição de contactar com outras pessoas ligadas à área das Finanças e contabilidade o inspetor da Direcção de Finanças de Bragança detido pelo Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (PJ), pela presumível autoria do crime de corrupção passiva para ato ilícito. A detenção contou com a colaboração da Autoridade Tributária e Aduaneira. "A investigação tem por objeto eventuais práticas corruptivas praticadas pelo arguido no âmbito da atividade inspetiva da Autoridade Tributária e relativa à cobrança de impostos junto de vários sujeitos passivos. A investigação culminou com a realização de 2 buscas domiciliárias e não domiciliárias na cidade de Bragança e na recolha de vários elementos probatórios", informou a PJ em comunicado.
O detido, com 46 anos. inspetor tributário, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.