Mãos à obra

Quando as autoridades e instituições responsáveis falham, tem de ser a sociedade civil a meter mãos à obra. Luís Correia, habitante de uma das aldeias do Paque de Montesinho, juntou mais três amigos e, numa manhã, encheram duas carrinhas com lixo proveniente das bermas da Estrada Nacional 308-3, entre o cruzamento de Meixedo e o Parâmio. A servir de exemplo.

Edição
3802