A opinião de ...

“Primeiro de Agosto, primeiro de Inverno

Hoje chega Agosto, o último mês de verão meteorológico, o mês dos emigrantes, das festas e romarias, dos amores de verão… As aldeias enchem-se de vida, por três ou quatro semanas a pacatez dá lugar ao movimento, ouvem-se outras línguas e matam-se saudades dos familiares, que partiram à procura de uma vida melhor e regressam nesta altura do ano para junto das suas famílias! Bem-vindos ao nosso Reino Maravilhoso!
Este mês é período de férias por excelência, a população da região multiplica-se e é importante reter algumas ideias, estamos em seca, haverá certamente algumas perturbações no abastecimento de água em alguns pontos da região, parece-me ser importante sensibilizar, em especial os que agora chegam, que é importante poupar e não desperdiçar água, porque se trata de um recurso cada vez mais escasso e a sua utilização deve obedecer a critérios de necessidade efetiva. A nossa região encontra-se em seca meteorológica praticamente desde o fim do inverno, situação que se irá agravar nas próximas semanas até à chegada das primeiras chuvas de Outono que, esperemos não tardem demasiado a chegar.
O tempo seco vai continuar, nos próximos dias iremos continuar sob influência das altas pressões, garantindo assim a continuação de tempo estável, sem previsão de precipitação significativa, as temperaturas continuarão discretas, ligeiramente abaixo da média para este período, em Bragança as máximas irão variar entre os 29 e os 32ºC, Vinhais entre os 28 e os 31ºC, Mirandela entre os 32 e os 37ºC, as mínimas discretas, as noites continuarão frescas, continuará a ausência de noites quentes, o que permitirá dormir confortavelmente em toda a região, irão variar entre os 14 e os 18ºC em toda a região.
Na lavoura, está a chegar a época da apanha da batata, ritual que ainda junta famílias em muitas aldeias, uma tarefa que partilhada por todos, se torna menos penosa, o tempo seco dos próximos dias ajudará a secar a “rama” e facilitar o trabalho dos arrancadores, esta tarefa deve ser efetuada “pela fresquinha”, às primeiras horas da manhã, evitando o sol intenso do dia.
Os dias continuam a perder minutos de sol, a um ritmo aproximado de 1 minuto por dia, os mais atentos já se aperceberam que os dias já encolheram cerca de meia hora, estamos com uma duração diária semelhante a meados do mês de maio, hoje o sol nasceu às 06:19 e irá pôr-se às 20:52.
Estamos assim a apenas 30 dias da chegada do Outono meteorológico que arrancará a 01 de setembro, a grande questão é, será que vamos ter um verão a projetar-se pelo Outono? Ultimamente tem sido assim, as estações não cumprem calendário e tendem a projetar-se no tempo, veremos.

Poderão acompanhar diariamente as atualizações de toda a informação na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes.

Edição
3741