Henrique Ferreira

Professor

Aos heróis não reconhecidos

A pandemia de SARS-CoV-2 permitiu reconhecer muitos heróis. Desde logo, os profissionais da saúde. Depois, os bombeiros, as polícias e o pessoal dos lares de assistência a idosos.
Porém, há gente anónima que, dia-a-dia, lutou e luta para que o país funcione; para que as famílias tenham paz e confiança. Essa gente, com vários grupos, é formada pelas crianças, pelas alunas, pelos alunos, pelas respectivas mães e pais, pelos professores, pelo pessoal técnico das escolas e pelas e pelos auxiliares de acção educativa.


Lei da Eutanásia: a porta para a arbitrariedade no direito à vida

Os nossos deputados à Assembleia da República aprovaram no passado dia 29, a Lei da «Antecipação da Morte Medicamente Assistida», nas formas de suicídio assistido e de morte induzida a pedido do doente que manifesta vontade consciente e reiterada de morrer por ser portador de «doença incurável» provocadora de sofrimento insuportável.


Esperanças para 2021

Quando este texto chegar às mãos do leitor, este estará a preparar-se para se despedir de 2020 e receber 2021 se não cheio pelo menos com bastante esperança. É próprio do ser humano esperar sempre melhorar a sua situação e a sua condição. Até porque o final de 2020 pode ter posto fim à desesperança com a vacina da Pfizer-BionNTech.
O ano de 2020 será um ano para não esquecer pois trouxe problemas e desafios nunca vividos nos últimos 75 anos.


As eleições americanas em Portugal

Tanto quanto pude acompanhar, os interlocutores dos meios de Comunicação Social portugueses noticiaram e viveram a campanha eleitoral para a eleição do Presidente dos USA (vulgo América) e a contagem dos votos, após a votação, desde o dia 3, com o mesmo fervor dos americanos. Até pareceu que eram eleições portuguesas. Tive o sentimento estranho de que os meus compatriotas querem ser americanos.


Doutrina Social da Igreja (3) A utopia que se vai realizando

Com este artigo terminamos a sequência de quatro que dedicámos à Doutrina Social da Igreja Católica (DSI). Com base na comunicação do Padre Doutor José Manuel Pereira de Almeida, elencámos os princípios da Doutrina (dignidade de todos os seres humanos, bem comum, universalização dos bens de produção e consumo, solidariedade, subsidiariedade e participação). Analisamos, no último e neste, dois dos aspectos que se nos afiguram mais polémicos na Doutrina – a propriedade universal dos bens e a participação enquanto acesso e uso igual dos bens comuns.


Doutrina Social da Igreja: a nova utopia? (2)

No artigo do passado dia 1 de Outubro (A Doutrina Social da Igreja: a Nova Utopia? (1), MB 3801, p. 16), apresentámos uma síntese da Doutrina Social da Igreja (DSI).
Elencámos os seus fundamentos, a saber: dignidade do ser humano, bem comum, propriedade comum dos bens, solidariedade, subsidiariedade e participação. Há princípios que se nos afiguram polémicos. A propriedade universal dos bens é um deles.


Assinaturas MDB