Nordeste Transmontano

Psiquiatra brigantino integra estudo internacional sobre efeitos da covid-19 na saúde mental

Publicado por AGR em Qui, 2020-05-28 09:52

Estudar o impacto da covid-19 na saúde mental da população é o objetivo de um estudo internacional da World Psychiatric Association, da European Psychiatric Association - EPA e do European College of Neuropsychopharmacology (ECNP), que integra mais de 200 investigadores. Em Portugal, um dos dois coordenadores do estudo é o psiquiatra brigantino Pedro Morgado.

“É um estudo para avaliar o impacto da pandemia na saúde em particular na saúde mental”, explicou o médico em declarações ao Mensageiro, a partir de Braga, onde exerce.

“Consiste na resposta a uma série de questões sobre saúde mental, qualidade de vida, hábitos, que se faz em cerca de 30 minutos, on-line”, acrecentou.
O objetivo passa por “perceber a forma diferencial como a pandemia impacta a saúde mental das pessoas em países onde foram experienciados diferentes níveis de infeção e também difrentes políticas públicas para informar os decisores”, disse ainda.

Em Portugal, para além do médico brigantino, Sofia Brissos, psiquiatra no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, é a outra coordenadora.
Para já, estudos anteriores apontam para impactos significativos na saúde mental das pessoas.

“Há pelo menos três estudos, um da Universidade do Minho e dois de Lisboa,  que o demonstram”, diz.

Segundo Pedro Morgado, “há sobretudo aumento dos níveis de ansiedade e das dificuldades de sono, na população em geral”. Por isso, “este estudo pretende recolher o maior número possível de respostas para depois se selecionar uma amostra que seja representativa do todo nacional”.

 

ULS integra outro estudo internacional

 

Também a Unidade Local de Saúde do Nordeste vai integrar um estudo internacional, que procura aferir como decorreu a doença e o seu combate. Em análise estarão cinco tratamentos diferentes e o seu impacto.