Mogadouro

Vendedores itinerantes podem continuar a trabalhar mas sujeitos a normas de higiene e segurança apertadas

Publicado por Glória Lopes em Sex, 2020-03-27 17:07

O presidente da câmara de Mogadouro emitiu esta sexta-feira um despacho onde permite que os vendedores itinerantes de bens de primeira necessidade possam continuar a trabalhar e a deslocar-se às aldeias, muitas das quais não dispõe e mercearias ou lojas onde possam fazer compras apesar de estar a vigorar o estado de Emergência Nacional e de o município ter acionado o Plano de Emergência Municipal . Ainda assim, segundo o despacho de Francisco Guimarães, os vendedores ambulantes ficam sujeitos ao cumprimento das normas de higiene, nomeadamente o respeito por uma distância de dois metros entre as pessoas, a proibição de avisos sonoros nas localidades onde se deslocam para avisar a população da chegada "por forma a evitar a aglomeração de pessoas". O despacho recebeu luz verde da Delegada de Saúde Distrital de Bragan