Bragança

Mesa da Assembleia mantém duas listas nas eleições para a Associação Humanitária dos Bombeiros de Bragança

Publicado por AGR em Qui, 2019-09-12 09:15

Serão mesmo duas as listas que amanhã, entre as 17h00 e as 21h30 se apresentam a sufrágio para a direção da Associação Humanitária dos Bombeiros de Bragança.
Fonte conhecedora do processo confirmou ao Mensageiro que o entendimento da Mesa da Assembleia, órgão soberano, foi no sentido de aceitar as candidaturas lideradas por José Moreno (Lista A) e Patrício Afonso (Lista B), apesar da troca mútua de acusações de irregularidades em cada uma das listas.
Em comunicado publicado nas redes sociais, Patrício Afonso anunciou que iria intentar uma providência cautelar contra a lista A, por considerar que José Moreno não estaria em condições de ser candidato.
“1. O candidato da Lista A não é sócio efetivo.
2. O candidato da Lista A não tem número de sócio efetivo.
3. O candidato da Lista A não consta do caderno eleitoral.
4. O candidato da Lista A se está (?) no Quadro de reserva, não lhe dá o direito de se candidatar sem ser sócio efetivo”, escreveu.
Para além disso, no entendimento da lista B, “os elementos do Corpo Activo dos Bombeiros não podiam ter subscrito a Lista A”.
Ao Mensageiro, fonte ligada ao processo garantiu que “há documentos que garantem a legalidade do processo”, pelo que o entendimento da Mesa foi aceitar a candidatura.
O próprio José Moreno rejeita “liminarmente” as acusações.
“Inclusivamente, contactámos o Provedor do Bombeiro que não viu razões para a recusa da candidatura”, frisou.
Por outro lado, entende que se trata “de uma perseguição” à sua pessoa movida por elementos ligados à lista B.
José Moreno diz ainda que a sua lista “detetou seis ou sete irregularidades na lista B”.
Até ao fecho desta edição, na quarta-feira, o cenário em cima da mesa era mesmo o de haver duas listas a disputar a direção dos bombeiros.