A opinião de ...

“Por São Francisco (4/10), semeia teu trigo”

Hoje arranca o segundo mês do outono meteorológico e já posso fazer um balanço, ainda que provisório, de como foi o mês de setembro na nossa região.
Em linhas gerais, podemos classificar o mês como seco e com temperaturas na média para o período, analisando os dados disponibilizados pelo IPMA, verificamos que na estação de referência (Bragança), durante todo o mês apenas se acumularam 33.8mm de precipitação, aquém do valor médio para setembro, que se fixa nos 45mm, em relação às temperaturas, tivemos 3 períodos bem distintos, até ao dia 17 de setembro tivemos um período de temperaturas bem acima da média para o período, tendo invertido a situação entre este dia e o dia 28 para temperaturas abaixo da média, aproximando-se da média novamente nos derradeiros dias do mês. É assim expectável, que todo o distrito regresse à classe de seca no próximo relatório que o IPMA irá disponibilizar nos próximos dias.
 
Segundo o portal do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, a 25 de setembro de 2020 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se uma descida no volume armazenado em todas as bacias hidrográficas monitorizadas, onde se inclui a bacia do Douro, que registou uma descida significativa do volume armazenado comparativamente a finais de agosto de 84.1% para 75.8%, contudo, permanece bem acima dos valores médios históricos que se fixam em 60.9%. Em relação às nossas albufeiras, a informação do armazenamento é a seguinte, Azibo (85.9%), Torrão (82.3%), Varosa (89%) e Vilar - Tabuaço (85.3%), Alijó (78.9%) e Serra Serrada (52.8%), a última abastece a cidade de Bragança.
 
Nos próximos dias, o tempo em toda a região será puramente outonal, temos neste momento uma depressão em “cavamento” rápido (descida de pressão) no Golfo da Biscaia que se dirigirá para a zona da Bretanha francesa / sul do Reino Unido, trata-se possivelmente da primeira depressão importante da temporada e que poderá ser nomeada pela AEMET ou MeteoFrance, caso seja, será Alex.
Esta depressão não nos afetará diretamente, contudo seremos cruzados por frentes e linhas de instabilidade associadas, trazendo instabilidade em forma de aguaceiros, vento forte nas terras altas e descida das temperaturas, assim, já a partir de amanhã teremos elevadas probabilidades de precipitação e os termómetros irão variar em Bragança entre os 7 / 8ºC (mínimas) e os 15 / 17ºC (máximas).
 
Dada a incerteza das previsões a prazo, aconselhamos o acompanhamento das atualizações de todas as informações na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes - Portugal.

Edição
3801