A opinião de ...

“Verão de São Martinho são três dias e mais um bocadinho”

Já estamos praticamente a meio do último mês do outono meteorológico e já temos disponível o relatório relativo ao mês de outubro emitido pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que o catalogou como frio e chuvoso, vejamos os detalhes:
 
Foi o 2º outubro mais frio dos últimos 20 anos (outubro de 2003 foi o mais frio). O valor médio da temperatura média do ar, 15.36 °C, foi -0.85 °C inferior ao normal, os valores de temperatura do ar inferiores aos agora registados ocorreram em 25 % dos anos desde 1931, o valor médio da temperatura mínima do ar, 9.88 °C, foi -1.31 °C inferior ao valor normal sendo o 9º mais baixo desde 1931 e o mais baixo dos últimos 20 anos, o valor médio da temperatura máxima do ar, 20.84 °C, com uma anomalia de -0.39 °C, foi o 3º valor mais baixo desde 2000, os valores de temperatura do ar inferiores aos agora registados ocorreram em 35% dos anos desde 1931, o menor valor de temperatura mínima da rede oficial do IPMA foi registado em Miranda do Douro, no dia 15 com -0.9ºC.
 
O valor médio da quantidade de precipitação em outubro, 119.7 mm, corresponde a 120 % do valor normal 1971-2000 (98.2 mm). Durante o mês ocorreu precipitação nos dias 1 a 4 e no período de 19 a 28 de outubro. Nos dias 19 e 20, ocorreram valores de precipitação muito elevados, em todo o território.
De acordo com o índice PDSI, no final de outubro verificou-se um desagravamento significativo da área e da intensidade da situação de seca meteorológica em todo o território, sendo que toda a região transmontana deixou de estar em seca, estando o extremo nordeste em situação de “chuva fraca” e restante território em situação “normal”.
 
Nos próximos dias, os modelos sugerem uma recuperação do domínio anticiclónico nas nossas latitudes, contudo um novo fator poderá baralhar as previsões, o ciclone Theta, que se formou no Atlântico e cuja rota será preponderante para se definir uma tendência, contudo a incerteza ainda é muita, não está claro qual o trajeto ou intensidade desta tempestade tropical.
Assim é provável que no fim-de-semana se registe algo precipitação, as temperaturas continuarão longe de valores frios, com as mínimas a variar entre os 6 e os 9ºC e as máximas entre os 15/16ºC em Bragança, nos vales do Tua, Douro, Côa, Sabor, as máximas podem mesmo superar os 20ºC mas também se esperam neblinas e nevoeiros matinais.
Dada a incerteza das previsões a prazo, aconselhamos o acompanhamento das atualizações de todas as informações na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes - Portugal.

Edição
3807